◄ VOLTAR

Projeto Político Pedagógico



Atualizado em 25/08/2017
IMPRIMIR


3.10. - Atendimento a alunos com transtorno ou dificuldade de aprendizagem

A necessidade especial de um aluno novato pode ser informada na matrícula pelos pais ou percebida ao longo do ano pelo Coordenador de Turno.


Sendo informada na matrícula pelos pais, cabe à Secretária Escolar encaminhar o aluno ao Coordenador de Turno. Sendo percebida ao longo do ano, o Coordenador de Turno informa à Secretária Escolar o nome do aluno e sua síndrome, para registro.


Ao longo dos próximos dias, o Coordenador de Turno conversa com a família, pedindo laudo e falando do termo de compromisso. Ao final, registra uma ocorrência. Recebendo o laudo, o Coordenador de Turno apresenta aos pais o termo de compromisso entre Unificado e família. Ao apresentá-lo, o Coordenador de Turno diz que, assinando, Unificado e família passam a ter alguns compromissos.


A família se compromete a consultar, com a periodicidade necessária, profissional indicado para o caso, ministrar, se for o caso, os medicamentos indicados, manter uma rotina familiar adequada e proporcionar no contraturno atendimento especializado para a realização de atividades extraclasse e preparação para as avaliações de aprendizagem.


Já o Unificado se compromete a orientar a equipe de professores sobre a limitação específica do aluno, aplicar, se for o caso, a avaliação de aprendizagem adequada, monitorar, se for o caso, a aplicação da avaliação de aprendizagem, fazer, se for o caso, avaliação de aprendizagem descritiva e mensurar de forma diferenciada as atividades extraclasse e as avaliações de aprendizagem realizadas.


Assinado o termo, o Coordenador de Turno registra nova ocorrência e envia o laudo e o termo à Secretária Escolar, para arquivo.


Recusando-se a família a assinar o termo, o Coordenador de Turno informa à Secretaria Escolar, que elimina o caso do seu registro.


Anualmente, o Coordenador de Turno verifica se alunos com termo de compromisso estão tendo participação satisfatória; não estando, o Coordenador de Turno volta a conversar com a família, assinando, se for o caso, novo termo de compromisso.


É possível que haja aluno veterano cuja necessidade especial não se manifestara ou não fora percebida. Neste caso, cabe ao Coordenador de Turno e à Secretária Escolar realizarem os procedimentos descritos para alunos novatos.


ANTERIOR PRÓXIMO



TÓPICOS RELACIONADOS