◄ VOLTAR

Projeto Político Pedagógico



Atualizado em 25/08/2017
IMPRIMIR


3.5. - Educação Física

Os alunos do Unificado, com relação à Educação Física, podem ser praticantes ou dispensados.


Nas turmas do 1º ao 8º do Fundamental os alunos praticantes são aqueles que participam ativamente das aulas práticas. Os alunos dispensados são aqueles que têm problemas de saúde. As aulas se dão no próprio turno, de modo que todos os alunos praticantes participam das aulas no Unificado.


Nas turmas do 9º do Fundamental ao 3º do Médio os alunos praticantes são aqueles que participam ativamente das aulas práticas, quer sejam dadas no Unificado ou em instituições conveniadas ao Unificado. Os alunos dispensados podem sê-lo por frequentarem instituições não conveniadas, terem filhos, terem problemas de saúde, trabalharem ou frequentarem cursos livres ou morarem em local mal servido por transporte coletivo. As aulas se dão no contraturno. Os alunos praticantes que desejarem participar das aulas no Unificado ou em instituições conveniadas devem se inscrever.


Em qualquer situação, o aluno que quiser ser dispensado deve preencher um formulário na Secretaria Escolar até a última data indicada no Calendário Escolar (em meados de março). O aluno que frequenta instituição não conveniada deve anexar declaração da instituição, em papel timbrado, assinada pelo profissional de Educação Física que ali trabalha. Se o aluno tem filhos deve anexar uma cópia da certidão de nascimento da criança. Se o aluno tem algum problema de saúde que lhe impeça a prática da Educação Física deve anexar atestado médico. Se o aluno trabalha seis horas diárias ou seu horário de trabalho ou de um curso livre que frequente coincide com o das aulas deve anexar declaração da empresa em que trabalha ou do curso que frequenta, em papel timbrado, assinada pelo responsável. Se o aluno mora em local mal servido por transporte coletivo (p.ex., em Navegantes para quem estuda em Itajaí, ou em Bombinhas para quem estuda em Itapema), deve anexar atestado de residência. Recebendo a solicitação, a Secretária Escolar analisa. Deferindo, lança no ASP Escola e arquiva; indeferindo, comunica o aluno.   


Na semana que contém o dia 15/maio, aluno dispensando por frequentar instituições não conveniadas, ter problema de saúde não crônico ou trabalhar ou frequentar cursos livres deve confirmar sua situação. Dispensa por morar em local mal servido por transporte coletivo supõe-se que não se alterará ao longo do ano; caso se altere, é responsabilidade do aluno a comunicação à Secretaria Escolar.


Aluno dispensado por frequentar instituições não conveniadas deve pegar na Secretaria Escolar um formulário, levá-lo à academia, colher a assinatura do profissional de Educação Física que ali trabalha atestando a frequência às aulas, e devolver este formulário à Secretaria Escolar. Aluno dispensado por ter problema de saúde não crônico deve entregar atestado médico na Secretaria Escolar. Aluno dispensado por trabalhar ou frequentar curso livre deve entregar declaração da empresa em que trabalha ou do curso que frequenta, em papel timbrado, assinada pelo responsável. Para aqueles que até o final de maio não confirmaram sua dispensa relativa ao primeiro trimestre, a Secretária Escolar retira a dispensa do ASP Escola.


Este procedimento se repete mais duas vezes ― em agosto e em novembro. Relativamente ao segundo trimestre, os alunos devem entregar documento que ateste a situação na semana que contém o dia 15/agosto. Relativamente ao terceiro trimestre, os alunos devem entregar documento que ateste a situação na semana que contém o dia 1º/novembro.


No segundo trimestre a situação do aluno pode se alterar: aluno praticante pode pedir dispensa ou aluno dispensado pode se tornar praticante. Além disso, aluno que não havia se manifestado (tendo recebido conceito X) pode pedir dispensa ou se tornar praticante. No terceiro trimestre aluno praticante pode pedir dispensa, mas aluno dispensado não pode tornar-se praticante nem aluno que não havia se manifestado até então pode querer regularizar sua situação.


A avaliação de Educação Física se baseará nos aspectos conceituais, procedimentais e atitudinais. A cada aula, o professor observará, em seus alunos, a concentração na realização das atividades, a absorção dos conhecimentos, o rendimento obtido em relação ao esperado, a participação nas atividades e a disciplina adequada às aulas.


O aspecto conceitual será avaliado observando se o aluno demonstra concentração na realização das atividades e absorção dos conhecimentos. O aluno demonstrará concentração se prestar atenção às orientações do professor e realizar as atividades da forma que foi orientado. O aluno demonstrará absorção de conhecimentos se aplicar durante as atividades as regras e técnicas apresentadas pelo professor.


O aspecto procedimental será avaliado observando se o rendimento do aluno está dentro da expectativa do professor. Esta observação compreende a verificação da coordenação neuromuscular, levando-se em consideração o quanto o aluno melhorou em relação a si mesmo.


O aspecto atitudinal será avaliado observando se o aluno apresenta participação e disciplina nas atividades. O aluno demonstrará participação se fizer efetivamente as atividades propostas. O aluno demonstrará disciplina se mantiver um comportamento adequado à aula.


Ao final do trimestre, o professor estabelece, para cada aluno, o conceito de Educação Física: A, B ou C. Alunos que não se inscreveram nem pediram dispensa recebem conceito X, dado pela Secretaria Escolar.


ANTERIOR PRÓXIMO



TÓPICOS RELACIONADOS