◄ VOLTAR

Projeto Político Pedagógico



Atualizado em 25/08/2017
IMPRIMIR


3.2. - Elaboração do Planejamento Didático

Cada equipe de professores (no Fundamental I por série e no Fundamental II e do 1º e 2º anos do Médio por disciplina) se reúne periodicamente, em encontros coordenados por um de seus membros ―o facilitador ― designado pelo Diretor de Ensino.


Estas reuniões se destinam à elaboração de planejamentos, à distribuição de créditos e à confecção de atividades avaliativas (provas, Trabalhos e simulados).


O planejamento didático compreende: (a) distribuição dos créditos de cada um dos três trimestres letivos e (b) planejamento das aulas, isto é, a definição da abordagem dos conteúdos de cada um dos quatro livros da série ao longo das cerca de nove semanas a ele destinadas.


O esquema abaixo procura representar esta situação ― quatro livros a serem estudados ao longo do ano, mas apenas três trimestres:


 


Em três reuniões ao longo do ano, os professores de cada uma das disciplinas de cada uma das séries definem de que maneira irão distribuir os créditos do trimestre que está por se iniciar.


Em quatro reuniões ao longo do ano os professores definem como abordarão os conteúdos do livro que está por se iniciar ─ isto é, elaboram o planejamento das aulas (Anexo 3).


Nas reuniões para distribuição dos créditos, os professores definem as atividades que serão aplicadas no trimestre, anotando, para cada uma, data e valor. Para tanto, tendo em vista que as datas das provas já estão estabelecidas, a equipe busca alocar os Trabalhos de forma a que as datas das atividades avaliativas fiquem bem distribuídas.


Após a elaboração do planejamento das aulas dos livros abordados naquele trimestre, os professores definem assunto, tipo e páginas do livro.


Nas semanas que antecedem a reunião de elaboração do planejamento das aulas, o professor analisa o livro e navega no site do Positivo buscando perceber como o Sistema Positivo de Ensino concebe o ensino daquela disciplina, quais são os objetivos daquela série e quais são os conteúdos a serem trabalhados naquele volume.


Assim, na reunião, o professor chega já com um conhecimento prévio sobre o material, facilitando a tarefa do planejamento ¾ cujos objetivos são: (a) facilitar o dia a dia do professor, (b) dar as informações que o Coordenador de Turno necessita no seu dia a dia e (c) fazer o professor refletir sobre sua prática pedagógica.


Percebe-se, então, que o planejamento no Unificado tem duas características significativas e distintas: organização do cotidiano escolar e reflexão da prática pedagógica.


Então, sob a coordenação do facilitador, a equipe analisa o respectivo livro, estabelece os cinco itens fundamentais que os alunos deverão aprender ao longo daquelas semanas e define os conteúdos a serem trabalhados. Além disto, com base no número de aulas disponível, a equipe define o ritmo de exposição dos conteúdos ¾ isto é, quantas aulas serão dedicadas a cada um deles.


A discussão, pela equipe de professores, dirigida pelo facilitador, que precede a elaboração do planejamento, é fundamental: nela, cada professor expõe seu ponto de vista sobre quais conteúdos abordar (e com que ênfase), sobre quais os itens prioritários a serem ensinados, sobre quais estratégias adotar.


Esta discussão se estende a todos os livros, e suas conclusões para cada série são anotadas por um professor designado pelo facilitador.


Mais tarde, o professor designado preenche o formulário adequado. Estando o planejamento pronto, o professor responsável entrega ao gerente de Ensino, que providencia a digitação e a inclusão no site.


É fundamental perceber que o planejamento construído deste modo permite que diferentes professores possam seguir o mesmo instrumento em diferentes turmas e, nas mesmas datas, aplicar a mesma avaliação ¾ estas, obviamente, abordarão os conteúdos prioritários (esta é uma significativa característica do Unificado).


ANTERIOR PRÓXIMO



TÓPICOS RELACIONADOS