Balneário Camboriú
VEJA OUTRAS UNIDADES
47 3367.1025 / 47 99929.1037
◄ VOLTAR

UNIQUALI

NORMAS



24.02.2010
PO 85/04 | Representante de Turma

 

Cada turma do Fundamental II do Unificado tem um casal de representantes de turma (isto é, um menino e uma menina).

 

Este representante de turma (RT) deve ser um aluno que, no ano anterior, obteve desempenho igual ou maior que 70% e não teve problemas disciplinares significativos.

 

Este segundo critério não será levado em consideração se o aluno tiver sido matriculado no ano em curso.

 

Além disso, o RT deve ser um aluno que se relacione bem com a turma, se comunique com clareza verbalmente e por escrito e

saiba argumentar.

 

As funções do RT são: perceber os problemas e os anseios da turma, levando-os ao tutor, aos demais professores, ao Coordenador de Turno e ao Diretor da Unidade, assessorar o tutor na condução das assembleias, zelar pelo cumprimento das normas estabelecidas nas assembleias e participar, quando solicitado, de reuniões com o CT e/ou com o DU.

 

Os RTs são escolhidos nos momentos de Tutoria. Para tanto, no terceiro encontro de Tutoria do primeiro semestre, o tutor apresenta à turma a necessidade de se escolher seus representantes, apresentando o perfil desejado e as funções a serem exercidas e induzindo o lançamento de candidaturas.

 

Conduzindo este processo, o tutor, com habilidade, faz a própria turma descartar aqueles cujo perfil está muito longe do desejado, mas, percebendo que um candidato aparentemente inadequado tem interesse em participar (ou que a turma assim o deseja), permite sua candidatura.

 

Encerrada a escolha, o tutor relaciona os nomes dos meninos e das meninas interessados e os encaminha ao CT, informando à turma que este verificará se todos os candidatos atendem aos dois requisitos do segundo item.

 

Recebendo os nomes, o CT verifica se, no ano anterior, cada candidato obteve desempenho igual ou maior que 70% e se não teve problemas disciplinares significativos. Havendo quem se enquadre em uma destas duas condições, o CT veta e apresenta seu nome ao DU que, eventualmente, pode suspender o veto, apresentando alegações.

 

Realizada a análise, o CT informa o tutor dos nomes aprovados e, se for o caso, informa o aluno cujo nome foi vetado, expondo as justificativas. Esta tarefa deve ser realizada rapidamente, tendo em vista que a “campanha” dos candidatos deve acontecer até o próximo encontro da Tutoria.

 

Cada candidato poderá fazer a campanha eleitoral como achar conveniente — elaborando cartazes, confeccionando “santinhos”, enviando e-mails aos colegas.

 

No quarto encontro da Tutoria, o tutor dá vinte minutos para os candidatos apresentarem sua proposta, promovendo, se achar conveniente, um debate.

 

Então, escreve os nomes dos candidatos no quadro-negro, pondo à esquerda os nomes dos meninos e à direita os nomes das meninas, indicando cada um por um número:

 

João Ernesto (11)  

Pedro (17)

 Maria Clara (21)

 Fernanda (22)

 Elisabeth (35)

 

Então, entrega uma cédula a cada aluno presente e pede que vote em um menino e em uma menina, escrevendo seu número. Por fim, pede que o voto seja colocado numa urna.

 

Em seguida, o tutor escolhe dois alunos para ajudá-lo a contar os votos. Para tanto, abre a urna, tira uma a uma as cédulas, lê o número mostrando para um dos auxiliares e pede ao outro que anote este voto ao lado do nome do candidato. Encerrada a votação, o tutor parabeniza os eleitos (se houver empate, vence o aluno há mais tempo estudando no Unificado). Ao final da aula, o tutor passa os nomes dos eleitos ao CT.

 

No segundo encontro de Tutoria do segundo semestre, o tutor promove a avaliação do desempenho dos RTs ao longo do primeiro semestre. Para tanto, inicialmente o tutor solicita a cada um dos RTs que faça, oralmente, uma breve  avaliação do seu trabalho.

 

Em seguida, o tutor recorda a todos as funções do RT (explicitadas mais acima).

 

Então, o tutor permite à turma que se pronuncie, elogiando e/ou criticando o desempenho dos RTs. Estes relatos podem ser orais ou por escrito — turmas mais tranquilas ou aquelas em que os RTs tiveram evidente bom desempenho podem fazer a avaliação oralmente; alternativamente, poderia ser interessante que os relatos fossem por escrito, permitindo ao tutor eliminar comentários inapropriados, ao lê-los para todos.

 

Ao final deste encontro, o tutor, percebendo que o RT está bem avaliado, deseja-lhe boa sorte na segunda metade de seu mandato; que o RT está mal avaliado, propõe nova eleição, imediatamente.

 

De todo modo, ao longo do ano, haverá nova eleição se o RT pedir transferência do Unificado, desistir da função, persistir num desempenho inferior a 70% ou tiver ocorrências disciplinares significativas.

 

Ainda haverá nova eleição se, em uma assembleia, uma votação mostrar que 2/3 dos alunos da turma acreditam que o representante não está cumprindo a contento sua função.

Arquivos para download

PO 85 Representante de Turma DOWNLOAD